Tags

Ontem à tarde uma notícia me chamou bastante a atenção: Famílias negras acusam Pato Donald de racismo e processam Disney.

É no mínimo curioso que isso ainda ocorra na maior empresa de entretenimento do mundo, cujos parques recebem anualmente mais de 100 milhões de visitantes das mais variadas nacionalidades, raças e religiões.

Mas ao mesmo tempo combinemos: cada ser humano é único e traz em si suas crenças, suas predileções e, infelizmente, seus preconceitos. E justamente um com preconceito racial ser escolhido para trabalhar como uma das personagens centrais da Disney é como sentar numa agulha num palheiro. Improvável mas possível.

A Disney não tem culpa se o cara por baixo das vestes do Pato Donald ou do Coelho Branco agiu com racismo, mas a tem a partir do momento que isso se repete com outras famílias e atitudes assim merecem (e devem!) ser revistas.

Eu, como mãe, ficaria de fato injuriada se minhas filhas fossem ignoradas dessa forma!

Preconceito racial é tão inaceitável no nosso dia a dia, imaginem na Disney! Fiquemos de olho!

Saudações Mickeyras ºoº

Anúncios