Tags

, , ,

Bom dia, pessoal!

Eu escreveria a próximo post sobre os preparativos da minha viagem somente quando a contagem chegasse a 150, mas como a ansiedade está me consumindo e as coisas por aqui estão meio paradas mesmo, decidi logo colocar em dia o que anda acontecendo…

Preparados? Vamos lá.

Minha mãe decidiu que vai viajar com a gente \o/

Fiquei mega feliz e no dia 26/5 comprei a passagem dela e da Vivi, filha da secretária da minha mãe, que foi pra Brasília com a gente tirar o visto, lembram? Pra quem não leu, o post sobre o visto está aqui.

Passagens OK, era hora de, finalmente, decidirmos onde ficar. Eu queria ficar na Disney e a minha mãe concordou (a primeira e única vez que ela foi para lá foi em 1990, então tem nada mais nada menos do que 23 anos!!!). A questão era em qual hotel?

Se fôssemos somente eu e as minhas filhas, já tinha decidido que ficaríamos no All-Star Movies. Com a ida da mamãe e da Vivi, 5 pessoas não caberiam no quarto. O único da rede All-Star que comporta 5 pessoas é o Music, mas eu não gostei nem do hotel nem do estilo do quarto.

A saída? Art of Animation! Eu nem gostei, né? – rsrsrs

Escolhi a suíte na ala do Rei Leão, porque na do Nemo já estava tudo esgotado para o período. Acreditem se quiser!

Parêntese um: a minha mãe é um tanto quanto preocupada com alimentação, não com o que se vai comer, necessariamente, mas com o quanto se vai gastar. Então quando ela soube que a Disney agora tem (em 1990 não tinha) plano de refeição, ela preferiu fechar o pacote com o plano intermediário, com 3 refeições incluídas e 2 snacks (besteirinha) por dia. Isso nos dará uma liberdade e uma tranquilidade inimagináveis. E eu espero realmente que valha à pena. Fecha parêntese.

Para fechar a reserva do hotel com esse plano, foi necessário que também fechássemos os ingressos com a Disney. Escolhi 4 dias simples, um para cada parque, mas terei de alterar para 5. Mais pra frente eu explico o porquê.

Eu não consegui fazer esse procedimento pela internet. Não sei a razão. Acho que porque pelo site da Disney não pedem aquele número de segurança no verso do cartão de crédito. E quando eu chegava na última página, para dar o OK na transação, aparecia uma mensagem de erro.

Tive que ligar.

Parêntese 2: eu não falava inglês há algum tempo (abafa uns 10 anos…). Sério. Mas eu sou cara da pau quando é preciso. E eu estava numa necessidade IMENSA de fazer a tal reserva. Fecha parêntese.

Minha primeira dificuldade foi saber como ligar. No site da Disney tem o n. (407) 939-5277. A monga aqui digitou os ns. e ligou. Óbvio que a ligação não completou. Lá fui eu consultar o Pastor Google e “descobri” o seguinte:

Digite 00 + 21 (que é o código da Embatel. Pode ser outro, de sua preferência) + 1 (que é o código de área dos Estados Unidos) + número do telefone que você quer.

A minha ligação ficou assim: 002114079395277. Sim, parece n. de código de barra, mas fazer o que, né?

Liguei. Do celular! Eram 17h36. Eu estava no meio de um baita engarrafamento (não sigam o exemplo!). Uma mensagem gravada fala num inglês ultrassônico e você não entende nada a não ser o Magic. E eu estava falando com a Disney!!!

O sistema dá opção de fazer uma reserva, cancelar uma reserva ou alterar uma reserva. É daqueles que você tem que dizer a palavra para ir para o próximo menu. Na hipótese de você não entender, o menu passa a ser numérico (você seleciona o n. correspondente ao que você quer). Persistindo o silêncio, é chamado um agente.

No meu caso, eu consegui entender a parte que tinha de dizer que era uma reserva. Foi-me perguntado se eu já tinha me hospedado no complexo e eu disse que não. Depois foi-me perguntado se eu falava da área de Orlando e eu também disse que não. Um agente veio falar comigo. Educado, inglês pausado.

Disse a ele que eu queria a suíte do Rei Leão e o período. Disse que são 5 hóspedes. Ele pediu nome e idade de todos. Eu disse que queria 4 ingressos e fazer o Deluxe DDP, que é o plano de refeição. Ele entendia tudo o que eu falava e eu ficava sorrindo igual a uma lesa dentro do carro (ainda no engarrafamento).

Eu perguntei se poderia fazer a reserva utilizando o cartão de crédito do meu marido ou se teria de ser num com meu nome. Ele disse que poderia sim ser o do marido. Feliz!

Ele informou o total e disse que o valor mínimo para efetuar a reserva era de $200 e que eu teria até o dia 17/10/2013 para quitar o pacote. Eu informei que queria pagar um valor maior de entrada e informei os dados do cartão. Alguns segundos depois ele falou que estava tudo OK e que a reserva tinha sido feita. Pediu para eu anotar o número. Eu nem acreditava naquilo!

Depois que eu anotei, ele perguntou se eu queria fazer alguma reserva de restaurante. Eu, toda boba, perguntei: Posso? Agora? ele riu e disse que sim. Informou que ia transferir a ligação para outro agente e terminou a ligação dizendo “have a magical day”. Tudo!

Uma moça com uma voz de desenho animado veio falar comigo. Super simpática! Eu já comecei explicando que meu inglês era “a poor english” e ela riu. Começou ali uma amizade – kkkk

Não me lembro da sequência das reservas. Só sei que comecei por Chef Mickey´s e Cinderella´s Royal Table e que não consegui Be Our Guest. Essa foi a parte triste da conversa. Ela ainda tentou me convencer a ficar mais um dia, pois teria reserva para o sábado, mas eu não poderei. Teremos de voltar para Miami até às 14h do sábado e a única reserva disponível no Be Our Guest é para o jantar a partir das 16h. Fica para a próxima.

Parêntese 3: Eu não consegui o CRT para o primeiro dia de visita ao Magic Kingdom, apenas para o segundo, que é quando iremos à Mickey´s Very Merry Christmas Party. Eu planejava chegar a essa festa somente às 16h, quando já é permitida a entrada. Mas em razão do almoço no CRT às 12h e do Bibbidi Bobbidi Boutique para a Cacau e a Vivi às 10h50, teremos de chegar antes ao MK, por isso a necessidade do 5o. dia de ingresso. Fecha parêntese.

A duração total da conversa, incluindo a primeira parte da reserva do hotel, foi de incríveis 102 minutos. Sim, meus queridos, fali! 1h42 minutos mágicos com a Disney vão me tirar alguns dólares da viagem – kkkk

E eu tirei a foto da tela do meu celular pra provar (e comparar, quando a conta chegar…) . Vejam:

Screenshot_2013-06-04-22-06-41Parêntese 4: assim como ocorreu com a reserva do hotel, a agente das reservas dos restaurantes deveria ter me informado o n. de todas elas. Mas não informou. E eu não perguntei. Conforme visto acima, eu já estava ao celular com ela, em ligação internacional, há quase duas horas. Eu já tinha chegado na minha mãe para pegar as meninas fazia uns 20 minutos. Eu estava cansada. Ela apenas me informou que eu receberia muitos emails de confirmação das reservas, então não me preocupei. Fecha parêntese.

Mas mais tarde, na mesma noite, eu me desesperei… mas sobre isso falarei em outro post, pois esse ficou enooooorme.

Saudações ºoº

Anúncios